Ir para conteúdo

Praticando de Artes Marciais

O papo de hoje é com um dos meus professores de jiu-jitsu e MMA, o Evandro Brandão. Além de dar aulas de luta, ele também é atleta da academia Five Rounds Brasil, que fica aqui em Brasilia. Se voce ainda nao conhece a academia, nao deixe de dar uma passada lá e conferir as aulas de luta que a academia oferece. Para quem não sabe, desde que cheguei no Brasil comecei a praticar jiu-jitsu, MMA e de vez em quando Muay Thai. Foi amor a primeira vista, e por gostar tanto de luta resolvi ter um papo com um dos meus professores para aprender um pouco mais sobre a luta em geral.

E para começar, o Evandro me explicou que assim como qualquer outra atividade física é importante consultar um medico para ver se o nosso corpo está todo em dia (coração, ligamentos, etc.), e que uma vez que o médico de o “OK”, e só se jogar na modalidade que você preferir. Mas é claro, respeitando o limite do seu corpo. Não seja que nem eu que esquece não é de ferro, e acaba extrapolando na dose!

Eu sou apaixonada por atividade física e adoro me desafiar. Por esse motivo resolvi começar a praticar luta. Apesar de ser a única menina da minha turma, eu não me intimidei e comecei a praticar assim mesmo. Claro que um dos benefícios que eu percebi logo de cara foi o emagrecimento. Mas conversando com o Evandro, ele me explicou outros benefícios que eu nunca havia pensado. Algumas das coisas que ele mencionou foram autoestima, autocontrole, aprender a lidar com situações difíceis, ajuda na hiperatividade, equilíbrio, e acreditem ou não falar bem em publico.

Confesso que nunca tinha parado para pensar em nenhuma dessas coisas. O meu primeiro objetivo era emagrecer. Mas conforme o tempo foi passando, percebi que eu ganhei muito mais que um corpo mais bonito. Assim como ele, eu também sou hiperativa, e apesar de fazer muita atividade física, nunca consegui ficar 100% zen. A luta foi a única modalidade que me fez ficar mais ”tranquila” e me ajudou a controlar a hiperatividade. Aliás, hoje eu posso dizer que estou aprendendo muito mais sobre autocontrole e o meu nível de estresse caiu muito. Pois eu descarrego tudo durantes os treinos de luta. Se você é estressado demais e muito agitado que nem eu, fica a dica!

Mas será que existe a melhor luta pra se praticar? O Evandro me explicou que todas as lutas se completam. O MMA é uma mistura de todas as lutas, o jiu-jitsu na opinião dele, é o mais completo não só por competição mas também para defesa pessoal, e o Muay Thai é uma modalidade onde as pessoas usam golpes de impacto pra nocautear.

Mas Nika, eu sou super descoordenada e não vou conseguir fazer esse tipo de atividade física. Bom, fiquem sabendo que a luta ajuda tanto na coordenação motora quanto na flexibilidade. A combinação de movimentos e golpes que cada modalidade possui vai melhorar a sua coordenação motoro em vários aspectos. Além de melhorar a flexibilidade. É muito importante alongar pessoal! Portanto, descoordenados de plantão, se joguem que é sucesso!

E para fechar, eu quis tirar uma duvida sobre defesa pessoal. Nós, mulheres, vivemos em uma sociedade onde precisamos aprender a nos defender. E o Evandro me explicou que não devemos reagir a assaltos nem nada, mas é importante pra nós, mulheres, praticarmos a luta até para termos a segurança que podemos nos defender caso algo aconteça e não tenha ninguém por perto pra ajudar. GIRL POWER! Inclusive, para quem tiver interesse a Five Rounds sempre tem uns cursos de defesa pessoal, e alguns são exclusivos, veja bem, EXCLUSIVOS para mulheres.

IMG_0059

💋 da Nika

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: