Ir para conteúdo

Mudanças

Mudar não é fácil. Na verdade, é muito mais fácil falar do que realmente fazer. Mais difícil, ainda, é aceitar a mudança. Que atire a primeira pedra quem nunca odiou um novo corte de cabelo logo de cara, e só foi gostar do visual novo dias depois. Afinal, porque temos tanto medo de mudar? Se até as estações do ano mudam porque deveríamos permanecer imutáveis?

Mudar significa recomeçar. É romper com os velhos hábitos, deixando pra trás o conhecido e entrar em um mundo ainda inexplorado. É começar um novo capitulo, ou até mesmo um novo livro dessa estória chamada vida. E nessa mudança de script, os papeis mudam, os personagens mudam ou saem de cena. Aqueles que antes eram antagonistas podem se transformar nos protagonistas da mais incrível aventura, ou até mesmo, da mais bela estória de amor.

Mudar dá medo. O desconhecido assusta. O medo de sair de nossa zona de conforto nos faz relutar a qualquer tipo de mudança. Mas até que ponto essa zona é realmente de conforto? Temos medo de perder tudo aquilo que foi conquistado ou que achávamos ter conquistado. Não se preocupe. Tudo que é bom fica e tudo que é ruim vai embora. Não se prenda. Como disse Chico Xavier, tudo passa.

Mudar é viver. A beleza da vida está em viver os novos ciclos de cada fase da nossa existência. E quando abraçamos a importância de mudar, vemos que as perdas que tivemos foram apenas parciais. Aprendemos que a ruptura vivenciada é apenas mais um aprendizado. E que no final, tudo está aonde deveria estar. Todas as folhas caíram no lugar certo.

E se alguma hora você tiver medo de mudar, escuta o seu coração. Se ele não bater forte, não faça nada. Mas se bater, vai com tudo. Se jogue! Jogue fora o que te prende e mergulha nesse oceano de descobertas!

Nika

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: