Ir para conteúdo

Deixe ir…

Amar… Amar é muito bom e muito bonito. Amar é ver o mundo com cores mais vibrantes e coloridas. Pobre daquele que acredita que amar dói. O verdadeiro amor não machuca nem deixa feridas. Isso é outra coisa… O amor sincero é pleno. Afinal, amar alguém, verdadeiramente, é abrir mão de certas coisas e abraçar outras sem deixar de lado a nossa essência. É respeitar as escolhas do outro mesmo que elas não sejam semelhantes as suas. É estar juntos a cada momento, seja nos momentos de glória ou de derrota.

Amar é felicidade. É querer que o outro seja feliz, mesmo que essa felicidade não seja ao nosso lado. Porque o amor não é prisão, é liberdade. Por isso, muitas vezes, amar também é deixar ir. E dizer adeus a alguém ou a algo amamos não é algo fácil. Mas porque ficar em um lugar ou numa situação onde apenas um dos dois é feliz? Deixe ir…

Não tenha medo de ir embora ou de deixar ir embora. Muitas vezes, o final feliz que sonhamos poder ser um outro fim, um final inesperado e que também seja feliz. Não tenha medo do amor “acabar”. O amor verdadeiro não acaba, ele simplesmente se transforma. O amor se transforma em carinho, em admiração, em respeito. Às vezes, o felizes para sempre é quando os dois encontram a verdadeira felicidade, mesmo que separados.

Amar é leveza e alegria. É querer ver o outro com o mais belo sorriso todos os dias. Por isso não fique preso a relações sem sorrisos, sem abraços e sem felicidade. E, também, não prenda ninguém. Lembre-se que amar é somar. Não é completar e muito menos subtrair. Ele soma e, muitas vezes, multiplica tudo aquilo que temos de bom dentro de nós. Portanto, se o outro não é feliz ao seu lado, deixe ir. O final feliz e o felizes para sempre que tanto procuramos está logo ali, aguardando a oportunidade de nos fazer sorrir.

IMG_0793
Nika

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: