Ir para conteúdo

Quem é você?

Sempre que acabo de conhecer alguém, gosto de perguntar: “ quem é você ?” e “qual é a sua história?”. E, por incrível que pareça, a maioria das pessoas me responde: “Não sei.  Não sei qual é a minha história e nem quem eu sou.” Assustador, não é?

Vejo muitas pessoas se curvarem de vergonha quando contam a própria história, sentem-se constrangidas em dizer de onde vieram, do que elas gostam e onde querem chegar. Por quê? Quem foi que disse que existe apenas um caminho para a felicidade ou sucesso? Quem foi que disse que a história do fulano é melhor que a sua? Levante essa cabeça e não deixe a sua coroa cair. Não tenha vergonha de ser quem você é. Lembre-se que você não está sozinho.

Eu já tive vergonha da minha história e de quem eu era. Na verdade, houve uma época em que eu nem sabia quem eu era. Tinha vergonha dos meus gostos, do meu jeito e até da minha aparência. Não sabia se gostava das coisas porque realmente gostava ou se gostava para agradar aos outros só para me enturmar. Tentava me encaixar em padrões que não eram para mim. Confesso que ainda tenho um longo caminho a percorrer. Porém, hoje, eu me aceito e me amo muito. E eu desejo o mesmo a você.

Não deixe ninguém determinar o que você pode ou não pode ser. O sol nasce para todos e o céu é o limite. Se tem uma coisa que não somos é obrigados a fazer aquilo que nos entristece. Faça aquilo que lhe faz feliz. Tem espaço para todo mundo! Se quiser ser músico, seja músico. Se quiser ser advogado e músico, seja! O importante é se aceitar e se amar. É saber que, muitas vezes, a vida nos leva a caminhos diferentes e que não existe um só caminho para a felicidade.

Quero que abrace seus defeitos e suas qualidades, sejam lá quais forem. Quero que abrace quem você realmente é. Afinal, ninguém é perfeito. Sempre tem como melhorar. Ah! Não tente se encaixar numa “caixa” que é menor  que o seu tamanho. Chega de limitações. Abrace suas conquistas e seus erros. É errando que se aprende e ninguém nasceu sabendo.  Muitas vezes, a grama do vizinho só é mais verde porque esquecemos de regar a nossa.

Nada de ombros curvados e sorriso amarelo. Tenha orgulho das suas histórias e das suas idéias. Coloque esse sorrisão bonito pra jogo. Ame essas pintinhas no rosto e o seu cabelo cacheado. Tenha orgulho de ser quem é.  Eu sou pistache! Sou diferente e sou feliz por ser assim. Quem foi que disse que para ser feliz é preciso ser milionário ou ter uma barriga tanquinho? SE JOGA!

IMG_0793
Bezo

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: