Ir para conteúdo

Uma dose de coragem e uma viagem inesquecível

Já fazia algum tempo que eu acordava com aquela sensação de: Não quero mais ficar no Brasil. Não é que eu não goste do meu país, é que eu simplesmente não sinto que o Brasil seria uma boa casa para o que eu quero para meu futuro. Por isso, com essa WhatsApp Image 2018-05-25 at 11.50.23-3mentalidade, larguei meu emprego, fiz as malas e fui pra Itália ficar 3 meses. Aí vocês me perguntam “Mas fácil assim?”, e eu respondo “Nem de longe!”. Precisei de pouco mais de um ano pra criar essa coragem de começar a pensar em sair do emprego em plena crise econômica, e me arriscar em um país que eu só sabia dizer as palavras mágicas: obrigada, por favor, com licença. No dia que pedi demissão, quase vomitei de nervoso. Desculpa, mas eu sou sincera e foi isso mesmo, náusea, tontura, mãos tremendo, mas a sensação de que meu coração estava no lugar certo (mesmo que os outros órgãos discordassem). Eu tenho parentes na Itália, mais precisamente tenho: tia, tio, prima e primo. Eles sempre foram como uma segunda família de pais e irmãos, o que facilitou bastante a minha ida, WhatsApp Image 2018-05-25 at 11.50.23-2pois eu tive uma casa familiar, tive apoio do Brasil e de lá também. Foi fácil, mas só
depois que eu pedi demissão e já não tinha mais jeito mesmo, ou eu ia, ou eu ia e ponto.

A gente chega na Europa e se encanta, isso é fato e ninguém pode negar. As ruas repletas de história, os edifícios, monumentos, galerias, museus, restaurantes, o contraste da modernização com o antigo, tem sempre alguma coisa interessante ali ao seu lado pra que você pare pra prestar um pouco mais de atenção pra aprender.  Visitei lugares lindos, castelos bem cuidados, museus, engordei uns quilos porque a comida lá é deliciosa mesmo e eu não iria me negar nada disso, passei dias andando, subindo e descendo ruas, sentindo um cansaço gratificante e sem igual. Visitei a Toscana, conheci Lucca, Pisa, Volterra, San Gimignano, Certaldo, Siena, Montecatini Terme e Firenze, cidades que não conhecia antes. E vale dizer que me apaixonei pela Toscana, mas uma paixão daquelas de ficar com o queixo no chão o tempo todo! Que região encantadora, que cenário de filme, quanta natureza linda e quanto respeito as pessoas tem por tudo aquilo! Visitei Volterra e escutei um monte de passarinho cantando enquanto andava por aquelas ruas estreitas e cheias de coisa pra contar, fiz cara de boba quando vi a Duomo em Siena tão cheia de detalhes que me deixa arrepiada até agora enquanto escrevo, WhatsApp Image 2018-05-25 at 11.50.20
conheci a torre de Pisa e fiquei uns segundos chateada porque ela é pequena, mas superei logo, a Duomo de Firenze que é de você babar, mas na minha opinião Siena é mais linda. Fui ao Fuori Salone em Milão, uma feira de Design que tem lá todo ano e é muito bacana, fui a Venezia com um dia de sol tão lindo que eu não acreditei, fui a Verona passar a mão no seio da Julieta, provei sorvetes, pizzas, massas, vinhos, cervejas e drinks, mas os drinks do Brasil são melhores. Morei em Brescia por 3 meses, uma cidade na Lombardia que me acolheu bem, que é bastante ativa com seus eventos e que acolhe um pedaço da minha família já faz um tempinho. Fiz um curso de italiano enquanto estive lá, algumas pessoas fizeram comentários racistas por eu ser brasileira, pois eles acham que todo brasileiro tem que ser moreno ou negro, e sei lá mais o que, porque eu não dou muita atenção para pessoas assim, a gente revida o comentário com palavras inteligentes e segue em frente, preconceito tem de monte aqui no Brasil, não é porque você está na Europa que vai ser WhatsApp Image 2018-05-25 at 11.50.19
diferente, porque não vai. Conheci pessoas boas que me fizeram sentir bem vinda em um país tão diferente do meu, aprendi um pouco de outra cultura, e aprendi também que eu tenho sim a capacidade de falar uma língua nova mesmo que eu já esteja com quase 30 anos, pois a língua é minha e quem manda nela sou eu! Não, meu italiano não é perfeito, eu falo bem errado ainda, mas consigo ter conversas longas, consigo pedir minha própria comida, ser educada e falar que me perdi pedindo informação na rua.

Se eu gostei? Amei! Se valeu a pena? Muito! Faria de novo? Com certeza! Estou feliz? Sim! Se quero aprender mais? Claro! Se vou parar por aqui? Não mesmo! Um conselho? Não fica esperando muito não que o tempo passa e ele não dá a mínima pra você e suas crises existenciais! Sonhe, planeje, respire fundo, tenha coragem e vá em frente!

 

WhatsApp Image 2018-05-25 at 11.50.22-2.jpeg
Carol

 

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: