Ir para conteúdo

Francês mais uma vez….

Janeiro chegou e, em um piscar de olhos, lá se foi o meu primeiro semestre no Canadá. Apesar dos altos e baixos ao longo do semestre passado, sigo amando cada minuto nessa província incrível que é o Quebec. Ao longo do  semestre passado, houve momentos que me senti estagnada e, às vezes, dava uns tropeços aqui e ali. Houve momentos que minha cabeça dava um nó, até  que tudo voltava ao normal e o francês começava a fluir na minha cabecinha. E assim seguia o meu ciclo de aprendizado.

ETS-TFI-4CNo final do semestre passado fiz a prova do TFI, é uma prova que avalia o seu conhecimento em francês. Dependia dessa nota para começar o meu curso de comunicação social este semestre. Porém, não passei. Bati na trave. Na próxima eu passo. Há uma razão para tudo. Talvez ainda não seja a hora de começar o meu curso. Por isso, pouco mais de francês não vai fazer mal.

Neste semestre vou fazer o nível intermediário-avançado. Baseado nos meus resultados do TFI, e no meu desempenho do ultimo semestre, minha coordenadora achou que esse nível seria o ideal para me preparar para prova além de acelerar um pouco o meu aprendizado no idioma. Confesso que  senti uma mistura de animação e medo. Mas se ela me colocou nessa turma, é sinal que sou capaz. Ou pelo menos eu acho que é isso.. Portanto, força na peruca, foco nos estudos e muita fé que vai dar tudo certo..

logo011Aprender é assim mesmo, as vezes da medo e outras vezes animação. Em uma hora subimos, na outra caímos…. É como navegar em um oceano. Temos os momentos de bons ventos de euforia ao entendermos aquele novo idioma ou novo conceito. A calmaria quando ficamos no mesmo lugar por um tempo para assimilarmos bem  aquilo que já aprendemos. É bom parar de vez em quando…  E também temos os ventos de tempestade. Momentos que nos fazem querer desistir e jogar tudo para o alto. Mas tenha fé marinheiro aventureiro, até a pior das tempestades passa. Segure firme o seu leme! Como diz o velho ditado, mar calmo nunca fez bom manheiro.

IMG_1170E como sereia que ama desbravar, houve momentos que eu parecia estar realmente aprendendo e conseguindo falar francês. Porém, houve outros que não conseguia sair do lugar, até vir a sensação de estar trocando tudo e sentir que desaprendi tudo. E por maior que fosse a minha frustração em não entender as coisas, a verdade é que a cabeça estava apenas reajustando toda aquela informação nova que chegou. É CHATO? Com certeza! Se alguém falar que é legal, essa pessoa está mentindo. Eu precisei dos tempos de calmaria para absorver tudo que aprendi.

Hoje já consigo ter conversas em francês e até escrever. Ainda estou com um francês um quebrado, e os textos não são acadêmicos, no entanto, é uma pequena-grande vitória. Ainda erro muito, mas nada que um café quentinho para abraçar, treinos de jiu-jitsu para relaxar e uma boa noite de sono não resolvam.

E se você, assim como eu, que está se aventurando em algo novo como aprender um novo idioma, a tocar um instrumento ou um novo esporte: não desista! Estamos juntos nessa. Se não foi agora, uma hora vai!

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: