Ir para conteúdo

Quem voce é

Quando morava no Brasil e nos EUA, via muitas pessoas com medo de expor seus defeitos e suas fraquezas; entrando em relacionamentos vazios com medo de ficar só; ostentando uma realidade virtual diferente da vida real ou, então, buscando uma beleza impecável. Mudei de país e os “problemas” continuam.  Conclusão? Está todo mundo no mesmo barco. 

Levei muito tempo para aprender que buscar constantemente a perfeição não faz bem. Percebi que “engolir sapo” o tempo inteiro dá azia  e que reprimir os sentimentos faz mal. Assim como me aceitar e me entender foi uma tarefa difícil, falar aquilo que sinto ou penso sem magoar foi uma tarefa tão difícil quanto. Foi preciso expor meus medos e defeitos. Aprendi que não preciso esconde-los para parecer que sou forte, muito pelo contrario. São essas “marcas de guerra” que me fazem mais forte e mais bonita. 

Assim como o Kintsugi, arte que repara peças de cerâmica com detalhes em ouro  realçando a beleza daquela peça, nossos defeitos e nossas imperfeiçoes são únicos. Afinal, quem foi que disse que viver é fácil? Conquistamos algumas cicatrizes ao longo da vida. Às vezes, foram muitos tombos e muitos choros para nos tornarmos fortes. Outras vezes, foram algumas desilusões amorosas e muitos “vacilos” para nos tornarmos pessoas mais pacientes e compreensivas. 

Essa técnica japonesa me mostrou que existe beleza nas cicatrizes da vida e  que, acima de tudo, deveríamos abraçar nossas cicatrizes. Não precisamos “esconde-las”.  Elas são parte de nós, elas contam a nossa história. Como as estrias de uma linda gravidez ou uma cicatriz pela vitória contra o câncer de mama, como a dor de perder alguém que amamos ou a superação da depressão. Cada cicatriz tem a sua beleza, tem a sua força….

Chega de usar a máscara da perfeição. Nossas imperfeições e nossos medos fazem parte de quem somos. Lembre-se que o que não mata nos fortalece. E, acima de tudo, temos a capacidade incrível de criar e inovar. Criamos soluções para quase todos os problemas materiais. Então, por que não nos reinventarmos diante dos desafios da vida?

Ame-se mais! Assuma esse seu corpo maravilhoso que Deus te deu. Assumam suas cicatrizes de guerreiros. É preciso muita valentia para alcançar uma vida plena e cheia de amor próprio. É necessário mostrar nossas diferenças (imperfeições). É preciso de coragem para se livrar das expectativas alheias e deixar para trás a compulsão de agradar. E apesar de todas as “dificuldades”, não há nada melhor do que  amar a si mesmo e ser feliz!

Seja feliz! Voce merece! 

4 comentários em “Quem voce é Deixe um comentário

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: