Ir para conteúdo

O Tempo de Deus

Desde que me mudei para o Canadá, tenho descoberto muitas coisas sobre mim. Jamais me considerei uma pessoa religiosa e não sou daquelas que sai defendendo essa ou aquela religião, muito pelo contrario. Sou do time que defende o respeito entre todas as religiões. Se aquela doutrina ou religião está fazendo bem, se joga! Acho importante ter fé em algo. Nem que seja a fé que no final tudo vai dar certo. 

Passei por muitos perrengues por aqui. Muitas vezes tive medo que não fosse conseguir, chegando a querer jogar tudo para o alto e voltar para casa. Algo normal para quem decide recomeçar a vida em outro país ou cidade. Durante os tempos de dificuldade, foi, e continua sendo, a minha fé que me segura e me mantém firme. É a certeza que Deus é pai e não padrasto que me mantém firme e seguindo em frente.

Porém, há momentos que fico com “raiva” como uma filha birrenta quando as coisas não acontecem do jeito de que eu gostaria. Demoro a compreender que se fui “colocada de castigo” ou “fui freada” é porquê preciso aprender algo. É necessário compreender que tudo tem seu tempo, sua hora e seu lugar. Quantas vezes ficamos dando murro em ponto de faca até aprender que não era para acontecer ou ser feito daquele jeito? A espiritualidade encontra maneiras de nos ensinar. Como pais que querem educar os filhos e dizem: “você só vai sair daí quando aprender a sua lição.”

Apesar de muitos altos e baixos, frustrações e algumas lagrimas, sei que estou aonde deveria estar. Muitas vezes me sinto estagnada e isso não colabora com o meu jeito acelerado e um pouco impaciente de ser. Hoje, vejo que é Deus dizendo “devagar minha filha”, aprenda a valorizar o agora. Valorizar o processo ao invés de viver a 100km/h como geralmente faço. 

Depois de tantos “puxões de orelha”, finalmente comecei a aprender que é preciso desacelerar. Às vezes é bom parar, assim não deixamos passar pequenos detalhes do nosso dia como um belo nascer de sol, ou o sorriso sincero de alguém que amamos. Sei que parece clichê mas o processo é bem mais legal do que a linha de chegada. 

Então, quando finalmente aprendo minha lição, Deus com toda a sua sabedoria, me deixa seguir em frente. Como em um passo de mágica, as coisas começam a ir para frente, o dia fica mais bonito e até as flores ficam mais coloridas. Nada acontece na hora que NÓS desejamos, mas sim na hora que ELE acha melhor. Algumas vezes, nossos desejos e as vontades DELE estão na mesma sintonia. Outras vezes, estão em tempos completamente diferentes.

Toda a dificuldade que passamos foi apenas para nos preparar para as coisas maravilhosas que virão em nossas vidas. Hoje, aceito os “puxões de orelha” espirituais com menos relutância. Aprendi a aceitar e receber tudo com gratidão e muito amor no coração. Recebo e aceito todos os desafios e bênçãos que aparecerem em meu caminho. Sou grata. Não importa o que aconteça, eu agradeço. Pois eu sei que o tempo de Deus é perfeito.

Um comentário em “O Tempo de Deus Deixe um comentário

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: