Ir para conteúdo

Sobre o Amor e Sobre Amar

Há quem diga que o amor é um conceito. Algo que os filmes e os programas de TV inventaram para estimular nosso desejo de consumo. Mas há também, aqueles que acreditam que o amor existe sim. Um sentimento sincero e puro. Invisível aos olhos e que apenas o coração pode sentir. Uma emoção tão forte e pura que faz com que o outro seja quase que uma extensão de nós. Talvez seja esse o tal amor incondicional… O amor é um sentimento misterioso mas poderoso. Capaz de mover montanhas e até mesmo de curar…  Ele divide opiniões e não possui uma definição exata. Ninguém sabe ao certo que é o Amor, ou o que é Amar?

Talvez, o que é amor para mim possa não ser o mesmo para você. Para mim, o amor é incondicional. Ele aceita quem somos. Acolhe nossas qualidades, nossos defeitos e imperfeições. O amor verdadeiro não possui barreiras e muito menos distâncias. Resiste ao tempo, ao frio e todas as tempestades que possam aparecer. O amor liberta. E é assim que me sinto quando estou contigo, livre. 

Quando você chegou, não sabia muito bem o que era o amor, muito menos o que é amar. Talvez por medo ou talvez por que ainda estava aprendendo o significado de amar. Meu pobre coração foi magoado tantas vezes que o medo de mais uma ferida me assustou. Então você chegou e me mostrou o que entra tantas coisas, amar não machuca.

Com você, aprendi que para amar não podem haver condições. É preciso aceitar o outro por quem ele é. É entender que não é sobre aquilo que podemos dar, e sim quem conseguimos ser para o outro. Como diria Divaldo de Franco: “Amar não é dar, mas sim dar-se. Não é dar presentes, mas fazer-se presente.” Amar não está nas coisas materiais. É muito mais que isso. É dar-se de corpo e alma. É fazer-se presente todos os dias, nem que seja através de um abraço apertado ou apenas com uma singela mensagem de “bom dia”. 

Amar é sentir. É ter a certeza, mesmo sem saber explicar, que é com você que quero estar. O amor tem dessas coisas. Difícil de explicar mas fácil de sentir. Uma mistura de paz e, ao mesmo tempo, borboletas no estômago. A paz que o abraço teu me traz. A certeza que vai ficar tudo bem, não importa o que aconteça. E basta apenas um sorriso teu que vem aquele friozinho na barriga.

Amar é parceria. É querer voar junto e poder voar solo ao mesmo tempo. É querer compartilhar sonhos e aventuras, mas sem deixar a individualidade de lado. É desejar que o outro voe alto em busca dos próprios sonhos, mesmo que ele siga sozinho. Às vezes, é preciso voejar sozinho. E com você, me sinto livre para ir e voltar. Na certeza que é o seu sorriso e o seu abraço que eu vou encontrar. Meu porto seguro é você. 

E entre tantas outras coisas sobre o amor e sobre amar, você me ensinou que para amar é preciso ser feliz. É estar feliz por dentro e querer que o outro seja feliz também. Mesmo que essa felicidade não seja mais ao nosso lado. É querer ver o brilho nos olhos com aquele sorriso sincero de alegria, mesmo que seja do outro lado do mundo. Afinal, o amor não dá espaço para egoísmo. E é esse amor que eu quero viver… É dessa forma que eu quero amar… Você é a paz que tanto procurei!

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: