Ir para conteúdo

Vai ficar tudo bem

Em tempos de Corona vírus, o mundo virou uma verdadeira bagunça. A maioria de nós entrou em uma quarentena sem previsão para acabar. Alguns continuaram trabalhando e estudando de casa. Outros, como eu, perderam os empregos e foram forçados a fechar as portas de seus negócios por tempo indeterminado. Tudo em prol da saúde e bem-estar daqueles que amamos.

Alguns dizem que esse tempo em casa será benéfico para todos nós. Poderemos descansar um pouco. Teremos mais tempo para estudar aquilo que sempre tivemos vontade. Até mais tempo para ficar com a família. Mas será que é tudo isso mesmo? Como uma pessoa que passou pela depressão, e hoje lida com a ansiedade, esse tempo todo enclausurado dentro de casa pode não ser tão bom assim.

Para quem se identificou, calma. Não se desespere. Respira e não pira! Vai ficar tudo bem. Isso vai passar. No final, vai dar tudo certo.

Um dia após a minha chegada no Canadá, o governo anunciou a pandemia do Corona vírus. Logo após, todas as universidades fecharam. Em seguida, foram as academias e comércios que não são essenciais. Em questão de dias, fiquei sem aula, sem emprego e sem nenhuma fonte de renda. Para quem não sabe, sou técnica de vôlei e vendia docinhos. Com tanta coisa acontecendo, o melhor era voltar para o Brasil antes do planejado. Mas o universo disse que não era hora de voltar para casa… Na mesma semana, todos os aeroportos foram fechados.

Se você chegou até aqui, tenho certeza que deve estar tendo um pequeno ataque de ansiedade por mim. Mas não precisa, está tudo bem! Eu acredito que existe uma razão para tudo, e que não existem coincidências. Acima de tudo, eu tenho fé que no final tudo vai dar certo. Esses são apenas mais alguns incêndios que vou precisar apagar.

Como minha chefe me disse, eu sou uma bombeira maravilhosa! Em meio a tanto caos e tanto fogo, eu venho conseguido manter a minha calma e controlando a minha ansiedade da melhor maneira possível. Graças à tecnologia, a internet me oferece muitas ferramentas para passar por esse momento turbulento e incerto.

Não há nada melhor que terapia. Eu faço terapia pelo Skype uma vez por semana, e nos outros dias procuro ocupar a minha mente da melhor maneira possível. Enquanto espero as aulas voltarem, medito todo dia de manhā e vou dar uma corrida na beira do rio. E quando tenho vontade, faço outros exercícios físicos em casa. Além disso, comecei a ler os livros que estavam pegando poeira, estudar coisas do meu interesse, e tirar projetos do papel.  Mas antes disso tudo acontecer, eu dei um tempo para minha cabeça. Maratonei todas as séries e filmes que eu queria.

Para uma pessoa hiperativa e ansiosa, como eu, é muito difícil ficar em casa o dia inteiro. E, se você mora sozinho, o desafio é ainda maior. A vontade de atacar a geladeira e descontar todas as nossas frustrações na comida é grande. Sei que é difícil viver nessa incerteza do que vai acontecer. É complicado ficar sem saber se vamos conseguir pagar o aluguel ou botar comida na mesa. Mas calma, respire e não pire! Você não está sozinho nessa.

Respeite o seu momento e não ligue para o que as pessoas estão falando e fazendo na internet. Faça o que te faz bem. Se precisar, desative as redes sociais por um tempo. Você não precisa fazer atividade física em casa, nem assistir a todas as lives. Faça se quiser. E sempre que precisar, procure ajuda! Fale com alguém.. Fale com um amigo ou seu psicólogo. Você não está sozinho nessa. E se puder, fique em casa.

Vai ficar tudo bem!

Um comentário em “Vai ficar tudo bem Deixe um comentário

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish fr_CAFrançais du Canada es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
%d blogueiros gostam disto: