Skip to content

Poncovô, Comovô Trabalhar?

Oi gente,

Desde que comecei com o papo sobre morar fora, muito gente veio me procurar sobre outras maneiras de ir morar sem ser para estudar mas para trabalhar. Bom, antes de criar muitas expectativas, é bom lembrar que esse é um processo um pouco mais chatinho e, talvez, um pouco mais demorado. No entanto, se você está disposto a encarar o desafio de encontrar um emprego fora do Brasil, cola comigo que é sucesso.

Antes de mais nada, é preciso fazer aquele passo a passo do primeiro post, ou seja, decidir que quer ir e para onde você quer ir. Esse passo é muito importante na hora da sua pesquisa. Alguns países oferecem mais oportunidades que outros. Por isso abra seus horizontes e a sua mente, a gente nunca sabe aonde vai surgir a oportunidade que tanto buscamos. Decisão tomada? Então, vamos às dicas!

Se você gostar de dar aula ou entende bem da língua portuguesa, saiba que você pode ir dar aulas de português em outro país. Essa pode ser uma ótima maneira de ter o seu visto de trabalho para o país que você quer morar ou, quem sabe, para vivenciar a experiência de morar fora. Hoje em dia existem muitas empresas, inclusive escolas de idiomas, que proporcionam essa experiência. Você vai como professor daquela escola e em troca você tem a oportunidade de viver e aprender um novo idioma. Para quem fala mais de um idioma, melhor ainda. Na minha época de faculdade e mesmo depois do mestrado, pensei muito em entrar para esse programa. Quase fui parar na China, porém o universo foi muito bom comigo e me levou para o caminho que sempre quis, o di esporte! Para quem ficou curioso com a ideia, aqui estao algumas dicas:

Uma outra dica legal é usar o LinkedIn! Se você ainda não tem LinkedIn, é melhor fazer uma conta. Muitas empresas procuram candidatos através dessa rede social. Lembre-se que para quem quer ir para o exterior, o currículo dever estar em inglês. Isso vai facilitar com que as organizações/empresas estrangeiras consigam entender todas as suas habilidades. Além disso, se você estiver indo visitar o país que quer morar, você pode colocar a sua geolocalização na cidade que você vai visitar. Isso vai aumentar as suas chances de encontrar a vaga que tanto deseja. Um dos meus ex-alunos de inglês fez isso quando foi para a Irlanda e deu super certo. Ele recebeu muitos e-mails e entrevistas. Porém, ele decidiu voltar para o Brasil e se organizar melhor. Percebeu que ir na loka não era a melhor ideia. Daqui a pouco ele já esta voltando, só nao sei quando…

Voltando um pouco para a parte acadêmica, mas nem tanto.. Procure um doutorado nos países nórdicos. Sim, foi isso mesmo que você leu. Ao contrario do Brasil, alguns países oferecem mestrados e doutorados, como uma forma da pessoa se aprofundar na área de maneira muito mais prática. Na Dinamarca, por exemplo, algumas universidades possuem parcerias com empresas como a Nokia. De um jeito BEM resumido, a Universidade de Aalborg tem uma parceria com a Nokia, onde a universidade oferece o doutorado e em troca a empresa paga os custos desse “aluno” que, na verdade, vai trabalhar para ela, empresa. É claro que por ser um doutorado, o aluno tem que fazer algumas pesquisas e cumprir alguns pré-requisitos. O legal desse programa é que é uma ótima maneira de aplicar tudo aquilo que você aprendeu, além de vivenciar uma cultura completamente diferente. Viu como as vezes a gente só precisa abrir um pouco a cabeça?

Agora, para a galera que trabalha ou que deseja trabalhar na área de esportes e ir morar nos EUA ou Canada, aqui vai uma super dica! Os sites NCAA.ORG, Teamworkonline, NAIA.org oferecem vagas no mercado desportivo. Seja em universidades, times profissionais ou organizações desportivas como as Confederações Americanas de Basquete, Futebol e Vôlei.

Se você tiver alguma dúvida sobre como funciona cada caminho funciona, deixe seu comentário!

IMG_0789
Bezo

 

Deixe uma resposta

en_USEnglish
%d blogueiros gostam disto: